Afinal, o que é coparticipação? Esclareça suas dúvidas

medico checando pressao
Plano de saúde coparticipativo: explore as principais vantagens
24 de agosto de 2018
homem ao telefone
Como escolher um plano médico empresarial de excelência?
4 de setembro de 2018
acessórios de médico

Você possui dúvidas sobre o que é coparticipação em planos de saúde? No artigo de hoje explicaremos o conceito e você compreenderá se a opção é ou não vantajosa para você, seus colegas de trabalho e/ou sua família.

Continue a leitura!

Entenda o que é coparticipação nos planos de saúde

A Abrange (Associação Brasileira de Planos de Saúde) divulgou em seu site uma pesquisa realizada pelo Ibope Inteligência a pedido do Instituto de Saúde Suplementar (IESS), a qual demonstra que os planos de saúde foram apontados como o terceiro maior desejo dos brasileiros, perdendo apenas para os itens educação e casa própria.

No entanto, por mais que os planos de saúde ocupem uma posição chave na estrutura de saúde brasileira, muitas pessoas não possuem acesso ao recurso por questões financeiras. Nesse sentido, conhecer e entender o que é coparticipação pode ser revolucionário para pessoas físicas e jurídicas que desejam obter o recurso, já que essa modalidade oferece valores mais alinhados à realidade econômica.

Quanto à cobertura e à qualidade dos serviços prestados, o plano com coparticipação não possui diferença em relação ao plano sem coparticipação. Um plano coparticipativo oferece o mesmo acesso a médicos, tratamentos, clínicas e hospitais.

A grande diferença entre os planos é que, na maioria das vezes, os planos de saúde com coparticipação oferecem aos usuários mensalidades reduzidas em relação aos planos sem coparticipação. Essa diferença de preço ocorre, pois nos planos com coparticipação o usuário deve pagar um valor por cada serviço que utilizar, mas apenas quando fizer isso.

Plano de saúde com coparticipação pode ser vantajoso para pessoas físicas e jurídicas

Em geral, o plano de saúde com coparticipação é indicado para pessoas que não possuem uma doença pré-existente ou que costumam realizar poucas consultas e exames no ano. Ao contratar um plano de saúde com coparticipação, o usuário paga além da mensalidade – que costuma ser relativamente mais baixa que outros tipos de convênios – uma parte das futuras despesas médicas, se elas vierem a ocorrer.

Por isso, aqueles que possuem interesse em contratar um plano com coparticipação, sejam pessoas físicas ou jurídicas, devem avaliar se a modalidade realmente vale a pena para si, sua família e/o seus colaboradores. É importante que sejam levadas em consideração as necessidades, a frequência de consultas e exames no mesmo mês de cada pessoa.

Gostou de saber mais sobre o que é coparticipação? Acesse o site da Multiclínica e conheça todas as modalidades oferecidas em planos de saúde empresariais e individuais!


Compartilhe e deixe seu comentário abaixo!

Compartilhar
Twittar
+1
Compartilhar
0 Compart.