Identifique e saiba como agir em casos de queimaduras

Plano Hospitalar: quais procedimentos abrange e por que adotar
18 de março de 2019
02 de abril: Dia Mundial de Conscientização do Autismo
2 de abril de 2019

Dados do Governo Federal apontam que, todos os anos, um milhão de brasileiros são vítimas de queimaduras. Por isso, compreender quais os principais tipos e como agir após o incidente é muito importante.

Siga a leitura!

Conheça os diferentes tipos de queimadura

Todas as queimaduras merecem um tratamento atento e especializado, de modo que possíveis complicações sejam evitadas. No entanto, é necessária a compreensão de que nem todas as queimaduras são iguais as outras.

Siga a leitura para compreender as diferenças entre os três diferentes tipos de queimaduras.

Queimadura de primeiro grau

A queimadura de primeiro grau é aquela que atinge a epiderme, que é a 1ª camada da pele. Geralmente, esse tipo de queimadura apresenta um tom avermelhado e intensa dor no local afetado.

Não são produzidas bolhas em queimaduras de 1º grau. A sua melhora ocorre em um intervalo de 3 a 6 dias, podendo descamar e não deixar nenhum tipo de cicatriz.

Queimadura de segundo grau

A queimadura de segundo grau é mais intensa do que a mencionada anteriormente. A Sociedade Brasileira de Queimaduras explica que a queimadura de segundo grau se divide em  2º grau superficial e 2º grau profundo.

A queimadura de 2º grau superficial  envolve a epiderme e a porção mais superficial da derme. Os sintomas são os mesmos da queimadura de 1º grau, mas também incluem o aparecimento de bolhas e uma aparência úmida da lesão.

A cura da queimadura de segundo grau superficial pode demorar até 3 semanas, porém não costuma deixar cicatriz.

Já as queimaduras de 2º grau profundas acometem toda a derme, tendo bastante semelhança às queimaduras de 3º grau. A queimadura de segundo grau profunda pode destruir as terminações nervosas da pele e, assim, não causar tanta dor quanto os tipos citados anteriormente. A cicatrização demora mais que 3 semanas e costuma deixar cicatrizes na pele.

Queimadura de terceiro grau

As queimaduras de terceiro grau agridem toda a derme e atingem também tecidos subcutâneos, destruindo totalmente os nervos, folículos pilosos, glândulas sudoríparas e capilares sanguíneos, podendo até mesmo atingir músculos e estruturas ósseas. Às lesões ficam esbranquiçadas/acinzentadas, secas, indolores e não são curadas sem a realização de cirurgias.

Primeiros socorros queimadura: entenda quais são eles

Os primeiros socorros após uma queimadura na pele são muito importantes, podendo impactar significativamente no tratamento posterior da lesão.

Às queimaduras requisitam cuidados médicos urgentes e imediatos. Em lesões de menor gravidade, algumas atitudes são recomendadas, como por exemplo: colocar a queimadura sobre água fria corrente (jato suave), por aproximadamente dez minutos.

Em nenhum tipo de queimadura (primeiro, segundo e terceiro grau) a lesão deve ser tocada com as mãos e as bolhas não devem ser furadas. Consulte o médico e verifique qual o tratamento mais adequado para a queimadura em questão.

Gostou da leitura? Comente!


Compartilhe e deixe seu comentário abaixo!

0 Compart.
Compartilhar
Twittar
+1
Compartilhar