Médico de varizes: quem é o profissional indicado para o tratamento do caso?

Multiclínica Informa - Imagem Destaque
Inclusão do prestador SURGICLIN-CLÍNICA MEDICA E CIRÚRGICA SOCIEDADE SIMPLES
26 de dezembro de 2018
bergamotas laranjas
Confira 4 alimentos que previnem doenças no coração e mantêm as artérias saudáveis
15 de janeiro de 2019
adereços de um médico

Quem é o médico responsável pelo tratamento de varizes, afinal?

Existem diferentes especialidades médicas responsáveis por cuidar dos problemas de circulação. Como são muitos profissionais, fica difícil saber quem é o médico de varizes, não é mesmo? Por isso, vamos esclarecer suas dúvidas sobre esse tema.

O médico de varizes é o cirurgião vascular ou angiologista, pois ele está habilitado a resolver problemas que envolvem vasos sanguíneos dos pés, cabeça, pernas, pescoço e tronco.

Esse profissional ainda trata de problemas nas artérias que podem ser: aneurisma da aorta, estenose, das carótidas, doença arterial obstrutiva e outros problemas nas veias como as varizes, a trombose e o teleangiectasia (vasinhos).

Médico de varizes e tratamentos do quadro

A realização da cirurgia pelo médico de varizes é o método mais seguro para tratar o problema de varizes grossas, além de ser o procedimento que traz menos riscos. O médico de varizes realiza o desligamento em dois pontos da veia doente e, depois, faz a retirada da mesma.

O paciente não precisa ficar internado por muitos dias e, dependendo do caso, a recuperação leva de uma a três semanas.

Quando a pessoa tem pequenos vasos, o tratamento indicado é a escleroterapia química. Nesse caso, o profissional injeta na veia doente uma substância a fim de forçar a circular por veias próximas.

Outro procedimento é a crioescleroterapia. Nessa situação, será injetada na pessoa uma substância de 40 graus negativos. Como o frio é intenso, ele será capaz de destruir as paredes internas do vaso que vão desaparecer sob a pele.

Essa ação não exige internação e pode ser feita em pessoas que tem vasos ou varizes pequenas.

A espuma esclerosante é um método já consolidado na Europa, mas que tem espaço aqui no Brasil. Uma substância tipo mousse é injetada e a partir da mistura do líquido com o ar, a veia doente é desativada.

No tratamento a laser, as veias são queimadas devido ao aumento da temperatura, porém elas não são removidas. A pessoa não sofre com sangramentos e cortes. O médico de varizes insere no paciente uma agulha pequena e o laser percorre toda a veia que está doente e isso faz com que ela fique sem função.

No entanto, o procedimento pode causar algum tipo de dano às estruturas próximas trazendo manchas a pele. Tal ação é indicada para veias classificadas como difíceis ou para pacientes que não podem ser submetidos a cirurgias.

Dicas para não precisar da ajuda de um médico de varizes ou para amenizar o problema

Para não precisar de um médico de varizes ou ajudar a amenizar o problema as dicas são: manutenção do peso, evitar banhos muitos quentes, pois o calor faz com que as veias dilatem, consumo de alimentos com pouco sal e repouso por 30 minutos com as pernas levantadas.

Para controle do quadro, a meia-calça pode ser usada em alguns casos, mas somente com orientação profissional, saltos altos devem ser evitadas e a prática de exercícios físicos é fundamental.

Gostou das dicas? Se você apreciou este conteúdo, deixe o seu comentário!


Compartilhe e deixe seu comentário abaixo!

14 Compart.
Compartilhar14
Twittar
+1
Compartilhar