Quais são os benefícios da Vitamina D para a saúde? Entenda

mulher se alongando na academia
Benefícios dos exercícios físicos: quais são e como começar a praticar?
11 de dezembro de 2018
maçã verde na árvore
5 dicas de alimentos saudáveis para consumir no verão
25 de dezembro de 2018
sol brilhando no céu

O verão chegou e, nessa época do ano, vale a pena relembrar os benefícios da vitamina D. Absorvida pela pele através da exposição ao sol e presente em alimentos específicos, ela é uma poderosa aliada da saúde. 

Dentre muitos benefícios da vitamina D, é válido mencionar que ela aumenta a absorção do cálcio e do fósforo no intestino, ajuda no fortalecimento de dentes e ossos, fazendo com que eles fiquem mais saudáveis e, ainda, previne doenças como hipertensão, diabetes, esclerose múltipla e obesidade.

Mas as vantagens não param por aí. A vitamina D ainda melhora o equilíbrio e a produção dos músculos, fortalece o sistema imunológico, auxilia na melhora da saúde cardiovascular e previne cânceres como o de reto, o de mana e o de cólon e, ainda, retarda o envelhecimento precoce.

Quais alimentos têm vitamina D?

Os benefícios da Vitamina D são obtidos por meio da ingestão de frutos do mar, peixes, óleo de fígado de bacalhau, gema de ovo, leite e seus derivados. No entanto, a vitamina também é produzida em nosso corpo quando ficamos expostos aos raios solares.

As pessoas que têm pele clara precisam ficar expostas ao sol todos os dias pelo menos quinze minutos, porém as pessoas que tem a pele negra precisam ficar cerca de uma hora expostas ao sol.

A vitamina D também pode ser encontrada além das formas naturais, pois ela é comercializada em cápsulas ou em gotas. No entanto, elas só devem ser usadas quando a pessoa apresentar uma deficiência específica – e esse quadro deve ser diagnosticado por um médico de sua confiança.

A quantidade do suplemento a ser ingerido leva em consideração a idade da pessoa, a dose e o grau de deficiência da vitamina. Crianças e mulheres grávidas só podem tomar seguindo orientação médica.

De forma geral, a alimentação costuma não ser suficiente para suprir as necessárias diárias que as pessoas têm de vitamina D e, por esse motivo, precisam ficar expostas ao sol, nos períodos indicados, pois assim o corpo tem a quantidade ideal de vitamina D.

Para verificar a quantidade certa de vitamina D, a pessoa precisa ser submetida a um exame de sangue chamado de 25(OH)D. O problema é identificado quando os resultados são menores que 30 ng/ml.

Sintomas da ausência de vitamina D

Dor e fraqueza muscular, diminuição do fósforo e do cálcio no sangue, enfraquecimento dos ossos e raquitismo são alguns dos sintomas que evidenciam a falta de vitamina D no organismo.

Algumas doenças como insuficiência renal, lúpus, doenças de Crohn e doença celíaca afetam tanto a absorção, quanto a produção de vitamina D. Diante de algum desses casos, o melhor a se fazer é buscar ajuda médica o quanto antes para evitar o agravamento.

Gostou das dicas? Se as informações deste artigo foram úteis para você, aproveite para compartilhar com os amigos e a família através do WhatsApp e demais redes sociais!


Compartilhe e deixe seu comentário abaixo!

0 Compart.
Compartilhar
Twittar
+1
Compartilhar